VOLTAR

User Experience (UX): qual a importância na Biblioteca Virtual?

User Experience (UX): qual a importância em bibliotecas virtuais?

Publicado em 08/10/2021

Bibliotecas virtuais estão cada vez mais presentes no Ensino Superior. Afinal, são ferramentas práticas que engajam os estudantes. Um dos principais fatores que motivam a boa experiência de aprendizado aos estudantes é o UX.

Você já ouviu falar na técnica? Trata-se de uma sigla para User Experience, um conceito muito utilizado nas empresas e instituições, principalmente que estão em expansão digital.

Graças às boas práticas de UX, as bibliotecas virtuais podem ser altamente eficientes e aprimorar o processo de ensino-aprendizagem. Continue a leitura para saber mais!

O que é User Experience (UX) na prática?

Trata-se de um termo que descreve como o usuário interage com ferramentas virtuais.

Falamos bastante de UX quando desenvolvemos um site, um software ou um aplicativo que será utilizado por alguém. Nesse caso, falaremos sobre a implementação da estratégia nas plataformas de biblioteca digital.

A ideia é que a experiência do usuário seja agradável. Que ele não tenha problemas para encontrar informações ou executar comandos, por exemplo.

Sem dúvida, é um conceito fundamental nos dias de hoje, porque permite que criadores e programadores entendam a perspectiva real de quem usa seus produtos.

A pergunta é sempre “como o produto pode oferecer uma experiência melhor ao usuário?”. No caso de bibliotecas virtuais, questione: “como a plataforma pode melhorar o desempenho dos estudantes?”.

O UX é fundamentado em sete pilares principais. Para ter uma boa usabilidade, o site, programa ou sistema deve ser:

  1. útil: precisa ter uma utilidade clara.
  2. utilizável: funciona como esperado, sem interrupções.
  3. desejável: a interface é amigável e se destaca.
  4. acessível: contém recursos de acessibilidade.
  5. confiável: o acesso é completamente seguro.
  6. localizável: tudo o que é necessário é fácil de achar.
  7. valioso: agrega valor para quem usa.

Com essas características, a experiência do usuário se torna extremamente positiva em qualquer ambiente, como as plataformas digitais da sua IES.

Como o UX beneficia uma biblioteca virtual?

Muitas pessoas podem pensar que não é possível transformar a experiência do usuário em espaços tão tradicionais, como é o caso dos acervos.

No entanto, em uma Biblioteca Digital, o UX beneficia muito os alunos. Afinal, pode torná-la mais atrativa, ágil e eficiente. Assim, incentiva a pesquisa e os estudos.

Veja, a seguir, conheça 4 vantagens que esse conceito tende a trazer para plataformas desse tipo na sua IES.

5 benefícios de uma Biblioteca Virtual fundamentada em UX

1 - Mais autonomia para os estudantes

Em bibliotecas tradicionais, uma das maiores reclamações dos usuários é não conseguirem encontrar os títulos que desejam.

Mesmo que haja um sistema de busca à disposição, muitos acabam tendo que pedir ajuda ao bibliotecário para acharem os livros nas prateleiras.

Na biblioteca virtual, o UX estimula a autonomia dos estudantes. Eles podem encontrar obras com facilidade em apenas alguns cliques.

Além disso, são capazes de selecioná-las por autor, editora, ano de lançamento e outras categorias, o que torna suas pesquisas mais precisas.

2 - Maior engajamento

Normalmente, a biblioteca permite apenas que os alunos leiam os livros. Destaques, anotações e outros só podem ser feitos em cópias, cadernos ou computadores.

Isso adiciona uma etapa a mais nos estudos e desestimula muitos estudantes a frequentarem o ambiente. Mas não acontece em um acervo digital.

Na biblioteca virtual UX, os alunos podem fazer destaques, anotações e comentários nos textos. Assim, toda vez que abrem um livro, encontram o que registraram antes.

Certamente, isso estimula a pesquisa, o estudo e, principalmente, a proatividade.

3 - Economia de tempo e praticidade aos estudantes

O UX ajuda a economizar tempo na biblioteca virtual. Afinal, quanto mais simples e eficiente é uma interface, menos buscas os alunos precisam fazer para encontrarem o que procuram.

Por exemplo, uma pesquisa pode ter como resultado os principais autores de um ramo ou os melhores títulos dessa área.

Sem falar na praticidade de ser um ambiente virtual. Uma biblioteca física exige tempo de deslocamento dos estudantes. Na digital, é possível pesquisar e estudar a qualquer hora, em qualquer lugar.

4 - Percepção de valor

Quando os alunos acessam uma plataforma desenvolvida de acordo com as premissas de UX, eles não demoram a compreender como ela pode ajudar no dia a dia.

Com uma interface amigável, muitos títulos disponíveis e ferramentas úteis, a biblioteca virtual se torna um recurso altamente valioso tanto para os estudantes quanto como um diferencial para a instituição de ensino superior.

Por isso, o UX estimula a aproximação dos estudantes e do acervo. Como consequência, potencializa a produção acadêmica e a reputação da IES.

A Biblioteca Virtual da Pearson segue os princípios básicos de experiência do usuário. Afinal, funciona em todo tipo de dispositivo de forma responsiva. Além disso, é acessível e intuitiva.

Quer saber mais a respeito? O que acha de fazer um teste grátis da Biblioteca Digital por 30 dias? Aproveite para conhecer todas as funcionalidades e benefícios para o ensino superior!

Compartilhe nas redes

Notícias falsas: como o bibliotecário pode combatê-las?

Nas instituições educacionais, o bibliotecário tem um papel importante no combate às notícias falsas. Veja como proceder!

LEIA SOBRE

Biblioteca pública: como manter a organização do espaço físico?

Reunimos uma série de dicas para que você saiba como manter a sua biblioteca pública sempre muito bem-organizada. Confira!

LEIA SOBRE

5 formas de tornar uma biblioteca virtual acessível para deficientes visuais

Ter uma biblioteca acessível na sua IES é uma forma de abrir portas para novos alunos. Saiba como a tecnologia pode ajudá-lo nisso!

LEIA SOBRE