ACESSE POR 30 DIAS!
VOLTAR

A Biblioteca Virtual e o Ensino a Distância

Os cursos EaD já foram vistos de forma negativa por docentes e estudantes entretanto, esse preconceito contra a educação a distância foi superado.

Publicado em 22/09/2019

O Ensino a Distância, EaD, definitivamente, conquistou o brasileiro.  A liberdade de poder estudar em qualquer lugar e no próprio ritmo tem atraído cada vez mais adeptos, de todas as idades e níveis de escolaridade.

Os avanços tecnológicos mudaram bastante a forma como as pessoas se relacionam e consomem educação. Com uma internet mais rápida, acessível e smartphones mais potentes já somos capazes de acompanhar aulas ao vivo, acessar materiais didáticos e compartilhar conteúdo com muito mais eficiência.

Os esforços para produzir conteúdo e infraestrutura de qualidade também têm ajudado a diminuir um antigo preconceito em relação aos cursos a distância. Em muitos casos, inclusive, o desempenho de Estudantes EaD no Enade é superior quando comparado aos resultados aferidos por alunos oriundos de cursos presenciais.

Além de tudo isso, o quesito economia faz toda a diferença para o perfil socioeconômico do estudante brasileiro. Na maioria dos casos, fazer um curso a distância sai bem mais barato que um tradicional.

Com o aumento da demanda pelo EaD, a oferta de cursos nessa modalidade cresceu, acirrando a concorrência no mercado. Instituições de Ensino, de todos os portes, tem realizado investimentos diversos para elevar a qualidade dos seus cursos e melhorar a experiência dos seus alunos. Neste artigo, apresentamos alguns pontos fundamentais que devem ser observados no processo de planejamento de cursos online de alta qualidade.

O CRESCIMENTO DO EAD

Em 2003, o Brasil tinha 52 cursos à distância em atividade. Em sua grande maioria, cursos de licenciatura ofertados por universidades públicas, federais ou estaduais. A modalidade engatinhava, mas começava a se mostrar viável.

Hoje vivemos um contexto completamente diferente. O Censo da Educação Superior, realizado pelo Inep, confirma a tendência já constatada: As matrículas nessa modalidade já somam quase 1,8 milhão, ou 21,2% de todo o Ensino Superior e, enquanto o ensino presencial registra quedas expressivas, o EaD apresenta uma forte alta de 17,6% entre 2016 e 2017.

RAZÕES DO CRESCIMENTO DO EaD

Os cursos EaD já foram vistos de forma negativa por docentes e estudantes. Muitas pessoas achavam que a educação, neste formato, deixava a desejar e por isso o número de adesões era baixo. Entretanto, esse preconceito contra a educação a distância foi superado.

Entre as muitas razões para o crescimento da modalidade à distância três se destacam:

O Déficit Educacional Brasileiro

Apenas 18% dos jovens brasileiros estão cursando algum curso superior ou possuem alguma graduação. Em países desenvolvidos, potências econômicas ou de elevado IDH esse número chega a 70% desta população. Existe grande carência por formação profissional e uma enorme escassez de mão de obra qualificada no país, ou seja: uma demanda reprimida que começa a ser atendida.

Inclusão Territorial

O modelo de educação a distância tem forte poder de transformação social, atuando na árdua e nobre tarefa de levar educação superior aos mais longínquos rincões do País e oferece a oportunidade de qualificação para uma população que vive em cidades menores, proporcionando um desenvolvimento mais homogêneo do território nacional.

Benefícios para os Estudantes

O fator mobilidade atrai muitos adeptos. Poder estudar onde e quando quiser e conciliar as atividades acadêmicas com o cotidiano profissional cada vez mais acelerado tem seduzido adeptos.

O menor custo de formação também chama a atenção de muitos estudantes, indo além das mensalidades mais baratas. Custos menores com transporte, alimentação e aquisição de material didático fazem grande diferença na hora de optar por um curso EaD.

COMO OFERECER UM CURSO EAD DE QUALIDADE

Em 2003, 92% dos alunos de EAD estavam matriculados na rede pública de educação, atualmente esse número é de apenas 10,4%. As universidades privadas viraram o jogo e agora são a locomotiva da modalidade: 89,6% dos alunos matriculados em graduação EaD o fazem em Instituições de Ensino Superior particulares.

O modelo de educação EAD quebrou o paradigma de que a educação precisa ser presencial, a demanda por EaD só cresce, a qualidade dos cursos está cada vez mais elevada e a concorrência cada vez mais acirrada.

Para ofertar cursos EaD diferenciados em sua instituição é necessário atenção em três pontos fundamentais

Planejamento

Etapa fundamental, mas muito negligenciada. Realizar uma análise criteriosa da cultura da instituição, do público alvo potencial dos cursos a serem ofertados, dos custos envolvidos na produção do conteúdo e analisar criteriosamente os concorrentes são a chave para o sucesso do negócio de cursos online. Dê a devida atenção a essa fase e se organize com inteligência.

Algumas perguntas podem ser feitas:

  • Quem são os alunos?

  • Quais são os resultados precisam atingir?

  • Qual é a expectativa de tempo do curso?

  • De onde virá o conteúdo? É uma adaptação de um curso presencial ou é algo completamente novo, em desenvolvimento?

  • Quais são as restrições técnicas ou funcionais para a entrega desse conteúdo?

  • Irei comprar ou desenvolver meu conteúdo?

Mapeamento da infraestrutura e do conteúdo

É importante compreender que a dinâmica de cursos EaD é diferente dos cursos presenciais. Essa constatação não deve ser negligenciada ao projetar e criar a estrutura do curso.

Uma mudança na abordagem conceitual do conteúdo EaD alivia, para os estudantes, a sobrecarga cognitiva que poderia se transformar em um resultado ruim e, por consequência, no aumento da evasão. É importante criar formatos diferentes dos cursos presenciais na hora de apresentar o conteúdo e materiais didáticos de forma agradável e compreensível.

É necessário investir tempo para entender o material e como ele se apresentará para os estudantes seja em vídeo, áudio ou e-books. Isso terá um impacto enorme na experiência do usuário e, em médio prazo, nos resultados esperados pela Instituição.

Neste momento também é fundamental estudar e escolher uma plataforma e-learning que ofereça tudo o que se precisa em termos de hospedagem, gerenciamento e venda de cursos.

Ela será o principal ponto de contato dos estudantes com a instituição e meio pelo qual o conteúdo será transmitido. Estude e procure parceiros que possam entregar soluções tecnológicas que superem as expectativas dos seus alunos.

Experiência do aluno

A experiência do usuário diz respeito a como os estudantes se sentirão ao utilizar os serviços ofertados e conteúdos disponibilizados nos seus cursos.

Ela começa na eficiência dos recursos tecnológicos disponibilizados, ou seja, com que facilidade se consegue completar tarefas em sites e aplicativos, e se estende ao valor percebido durante toda a jornada de consumo do serviço.

Possui uma componente emocional muito forte e envolve aspectos como estética, usabilidade, arquitetura de informação e fluxos de interação.

Mais uma vez o conteúdo se apresenta de modo crucial para uma boa experiência de usuário: qualidade, forma e apresentação são indispensáveis para enriquecer essa experiência.

A BIBLIOTECA VIRTUAL E O EAD

A Biblioteca Virtual é uma solução fundamental para quem deseja implementar uma estratégia de cursos EaD de sucesso. Com ela os estudantes podem acessar conteúdo digital a qualquer hora e em qualquer lugar, com muita praticidade e muita economia.

Somos a mais importante plataforma de livros digitais técnicos, científicos e acadêmicos do Brasil. Um consórcio entre as principais editoras do país para oferecer o que há de mais moderno e instrutivo.

Nosso acervo reúne mais de 8.000 títulos dos melhores autores e das melhores editoras, nas mais diferentes áreas do conhecimento: engenharia, administração, direito, comunicação social, saúde, marketing, letras, economia, computação, educação, psiquiatria, gastronomia, turismo, entre muitas outras.

O ambiente da Biblioteca Virtual foi desenvolvido para proporcionar leitura e aprendizado estimulantes para todos e observa práticas e padrões de acessibilidade internacionais, oferecendo recursos para problemas de visão parciais e totais como cegueira, glaucoma e daltonismo. Além disso, possui usabilidade facilitada para deficientes intelectuais e de mobilidade.

A plataforma conta com obras de dezenas de editoras parceiras como Pearson, Manole, Contexto, Intersaberes, Papirus, Casa do Psicólogo, Companhia das Letras, Educs, Rideel, Jaypee Brothers, Aleph, Lexicon, Callis, Summus e Interciência.

Além dos recursos de acessibilidade, a Biblioteca Virtual ainda disponibiliza ferramentas avançadas que irão ajudar seus alunos a aproveitar melhor o tempo dedicado aos estudos: multiplataforma, leitura offline, cartões de estudo, sumário interativo, anotações e comentários, marca-texto, sincronização de páginas, busca avançada e muito mais.

Não se esqueça de compartilhar o nosso conteúdo para que outras pessoas possam conhecer essas dicas. Nossa missão é contribuir para que cada vez mais pessoas possam realizar seus sonhos e alcançar seus objetivos de vida.

Se a sua Instituição ainda não é uma de nossas parceiras, entre em contato conosco e solicite uma visita.

FONTES E REFERÊNCIAS

Você pode se aprofundar nesse tema visitando os links:

INEP - Censo da Educação Superior
Disponível em: http://bit.ly/2lx1Ugq

Crescimento do Ensino a Distância no Brasil
Disponível em: http://bit.ly/2mty8JJ

Porque a EAD cresceu tanto?
Disponível em: http://bit.ly/2kZNSUn

Pontos para criar cursos ead de alta qualidade
Disponível em: http://bit.ly/2lx44wy

Como criar um curso online
Disponível em: http://bit.ly/2n0TjCZ

Educação a distância: um modelo que só cresce
Disponível em: http://bit.ly/2ln6FJx
 

Compartilhe nas redes

12 sugestões de livros para ler nas férias

Confira algumas dicas de leitura para você curtir, suspirar e aproveitar nas suas férias.

LEIA SOBRE

Já pensou em usar o seu smartphone para aprender?

Como utilizar seus dispositivos móveis e a internet para turbinar e melhorar a produtividade nos estudos

LEIA SOBRE

A acessibilidade no Ensino Superior

A acessibilidade deve permear as Instituições: da infraestrutura disponível a didática dos educadores.

LEIA SOBRE